Ainda há esperança!

“Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo.
E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro,
E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério.
Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus;
Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.
Mas de vós, ó amados, esperamos coisas melhores, e coisas que acompanham a salvação, ainda que assim falamos.
Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis.
Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança;
Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas.” 
Hebreus 6:4-12

 

Cuidado, irmãos, para não se voltarem as maldades deste mundo, não crucifiquem o nosso Senhor novamente, nem levam o Seu nome a vergonha. Andem dia a pós dia vigiando na palavra de Deus. Não caiam um só dia, porém,  se caírem reergam-se rapidamente. Alimente-se da palavra para que não que você não se conforme com o pecado deste mundo.

Essa palavra em Hebreus é um alívio para aqueles que ainda permanecem firmes na palavra, um alerta aqueles que já pensaram ou estão pensando em voltar para o pecado, e um promessa para aqueles já estiveram na palavra e hoje não pensam em voltar.

 

Se você se baseia no primeiro caso, vigie e ore para que você nunca venha a cair.

Se você encontra-se, no segundo, repense suas atitudes, peça ajuda aos irmãos, traga de volta a memória aquilo que te trás esperança, lembre-se depois do deserto sempre virá a vitória, ninguém vence sem antes passar pela luta. Não vencedor sem ter o que vencer.

 

“Então disse eu: Já pereceu a minha força, como também a minha esperança no SENHOR.
Lembra-te da minha aflição e do meu pranto, do absinto e do fel.
Minha alma certamente disto se lembra, e se abate dentro de mim.
Disto me recordarei na minha mente; por isso esperarei.
As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim;
Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade.
A minha porção é o SENHOR, diz a minha alma; portanto esperarei nele.
Bom é o SENHOR para os que esperam por ele, para a alma que o busca.
Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do SENHOR.
Bom é para o homem suportar o jugo na sua mocidade.
Assente-se solitário e fique em silêncio; porquanto Deus o pôs sobre ele.
Ponha a sua boca no pó; talvez ainda haja esperança.
Dê a sua face ao que o fere; farte-se de afronta.
Pois o Senhor não rejeitará para sempre.” 
Lamentações 3:18-31

 

Porém se você se baseia no terceiro caso, já perdeu, talvez, sensibilidade, não sente mais amor por Deus, por estar nas coisas de Deus, não sente mais ódio do pecado, compaixão pelos perdidos. Definitivamente seu amor esfriou, eu te digo uma coisa, ainda há esperança, assim como diz o texto acima, Deus é misericordioso e sua misericórdia dura para sempre. O primeiro passo é seu irmão. Busque ajuda, quebre o orgulho, é melhor quebrar o orgulho, do que ir para o inferno com ele.

 

Que esta palavra possa edificar aqueles que a leram.

Deus abençoe!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s