Alcançando a Vitória

1 Samuel 1:1-28

Houve um homem de Ramataim-Zofim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efrateu.
E este tinha duas mulheres: o nome de uma era Ana, e o da outra Penina. E Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha.
Subia, pois, este homem, da sua cidade, de ano em ano, a adorar e a sacrificar ao SENHOR dos Exércitos em Siló; e estavam ali os sacerdotes do SENHOR, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli.
E sucedeu que no dia em que Elcana sacrificava, dava ele porções a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos, e a todas as suas filhas.
Porém a Ana dava uma parte excelente; porque amava a Ana, embora o SENHOR lhe tivesse cerrado a madre.
E a sua rival excessivamente a provocava, para a irritar; porque o SENHOR lhe tinha cerrado a madre.
E assim fazia ele de ano em ano. Sempre que Ana subia à casa do SENHOR, a outra a irritava; por isso chorava, e não comia.
Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?
Então Ana se levantou, depois que comeram e beberam em Siló; e Eli, sacerdote, estava assentado numa cadeira, junto a um pilar do templo do SENHOR.
Ela, pois, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente.
E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao SENHOR o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.
E sucedeu que, perseverando ela em orar perante o SENHOR, Eli observou a sua boca.
Porquanto Ana no seu coração falava; só se moviam os seus lábios, porém não se ouvia a sua voz; pelo que Eli a teve por embriagada.
E disse-lhe Eli: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti o teu vinho.
Porém Ana respondeu: Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebida forte tenho bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o SENHOR.
Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque da multidão dos meus cuidados e do meu desgosto tenho falado até agora.
Então respondeu Eli: Vai em paz; e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste.
E disse ela: Ache a tua serva graça aos teus olhos. Assim a mulher foi o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era triste.
E levantaram-se de madrugada, e adoraram perante o SENHOR, e voltaram, e chegaram à sua casa, em Ramá, e Elcana conheceu a Ana sua mulher, e o SENHOR se lembrou dela.
E sucedeu que, passado algum tempo, Ana concebeu, e deu à luz um filho, ao qual chamou Samuel; porque, dizia ela, o tenho pedido ao SENHOR.
E subiu aquele homem Elcana com toda a sua casa, a oferecer ao SENHOR o sacrifício anual e a cumprir o seu voto.
Porém Ana não subiu; mas disse a seu marido: Quando o menino for desmamado, então o levarei, para que apareça perante o SENHOR, e lá fique para sempre.
E Elcana, seu marido, lhe disse: Faze o que bem te parecer aos teus olhos; fica até que o desmames; então somente confirme o SENHOR a sua palavra. Assim ficou a mulher, e deu leite a seu filho, até que o desmamou.
E, havendo-o desmamado, tomou-o consigo, com três bezerros, e um efa de farinha, e um odre de vinho, e levou-o à casa do SENHOR, em Siló, e era o menino ainda muito criança.
E degolaram um bezerro, e trouxeram o menino a Eli.
E disse ela: Ah, meu senhor, viva a tua alma, meu senhor; eu sou aquela mulher que aqui esteve contigo, para orar ao SENHOR.
Por este menino orava eu; e o SENHOR atendeu à minha petição, que eu lhe tinha feito.
Por isso também ao SENHOR eu o entreguei, por todos os dias que viver, pois ao SENHOR foi pedido. E adorou ali ao SENHOR.

Ana passava por um momento de grande dificudade, sentia-se humilhada por não ter filhos, passava por um grande deserto em sua vida.

Porém o nosso Deus tudo pode fazer, até mesmo fazer da estéril mãe de filhos. Ana tomou algumas atitudes muito simples, que podem nos ensinar muito na nossa vida cristã. Todo deserto vem para nos ensinar algo e para Ana não foi diferente. Talvez os passos que vou citar aqui você já saíba ou já tenha ouvido falar mas para encontra a saída para dificudade é necessário por esse aprendizado em pratica.

Eis alguns topios que Deus me deu lendo essa passagem bíblica.

1. Ana dependeu de Deus

Muitas vezes em nossas dificudades tentamos resolver por nossa própria conta, e é claro que sabemos muito bem que isso não dá certo, ou se parece dar certo logo, logo vemos que a poeira só havia sido jogada para de baixo do tapete. Com Ana nõ foi diferente, creio que se ela tivesse nos tempos de hoje ela já teria tentado todo método para tentar engravidar, porém Deus não queria apenas dar um filho a Ana, mas sim um milagre.

Assim também é em nosso deserto, tentamos fazer de tudo e quando não há mais saída ai procuramos a única saída possível, aquela, na qual, deveriamos ter procurado desde o ínicio sabe? É quando nos encontramos no pó ai então procuramos o Pai para nos fazer de novo.

E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado. Mt 23:12

Quando usamos a força do nosso braço estamos exaltando nossa capacidade e dizendo: ” EU SOU CAPAZ”, porém quando somos humildes o bastante para dizer: ” SOZINHO EU NÂO VOU CONSEGUIR”, ai sim Deus vem e trabalha o seu querer, é tão simples, porém tão difícil de fazer, mas é assim que Deus trabalha em nós, e foi assim que Deus trabalhou em Ana. “…porém tenho derramado a minha alma perante o SENHOR.”
1 Samuel 1:15.

Ana derramou-se diante de Deus e Deus a exaltou.

2. Ana tomou posse de sua benção.

Após se derramar diante de Deus a respeito do deserto que estava passando, Ana creu com seu coração que sua benção iria chegar. “Assim a mulher foi o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era triste.”
1 Samuel 1:18

Finalmente a tristeza de Ana havia ido embora, mas espera um pouquinho, Ana ainda não estava gravida, porém ela creu que Deus já estava intervindo por ela. A biblía nos conta que Ana andava amargurada, não comia nem bebia nada. porém depois de crer no Senhor ela voltou a comer e a beber.

Podemos aprender com isso que não adianta se humilhar diante de Deus e depois sair por ai triste, chorando ou até reclamando de seu problema. Mas temos que crer desde o primeiro momento que Deus é deus e sabe de todas as coisas.

3. Ana consagrou sua vitória a Deus.

Quando pedimos algo a Deus pedimos para nosso próprio uso, porém Ana foi uma mulher de fé que consagrou Samuel antes de seu nascimento. Será que você entregaria sua vitória a Deus?

Quando Ana deu tudo aquilo que ela mais queria para Deus, Deus se alegrou com sua oferta e a abençuou 7 vezes mais. No total Ana teve 7 filhos, sendo um deles o profeta Samuel que ungiu a Davi. não adianta chegarmos a Deus somente com nossa dificudade sem consagrarmos a vitória a Deus.

“Certa vez eu estava chovendo, eu estava indo para igreja com meu marido, e eu comecei a murmurar para Deus: ” poxa Deus porque tantos ímpios tem carro para sair de suas casas em dias de chuva e eu não “, lembro-me que neste dia não tinhamos nem o dinheiro para pegar o ônibus. Depois de me arrepender de ter murmurado a Deus, eu e meu marido consagramos nosso pedido a Deus. Dissemos a Deus que não queriamos um carro para passear e deixar a obra D’ele de lado, mas justamente por que estavamos precisando de um carro para cumprir a obra. Então esquecemos o assunto e continuamos com nossa vida normalmente. E Deus nos abençuou com um carro, hoje pagamos de parcela um valor mínimo, que nunca imaginariamos e Deus tem nos honrado, e nós também temos honrado nossa consagração, usamos o carro para ir aos cultos, dar caronas aos irmãos, irmos em orações, na célula, além de é claro de nos tempos vagos podermos passear um pouco. Deus é fiél e cumpre todas as suas promessas, nos dá o que é preciso e nos honra sem merecermos, nos dando abundantemente mais do que desejamos.”

De a Deus o que é D’ele e Ele te honrará, ele nunca vai tirar de você sua benção, a não ser que a mesma se torne maldição em sua vida. Se eu usasse o meu carro para sair em horarios de cultos e compromisso na obra de Deus, isso me afastaria de Deus e a benção com certeza se tornaria maldição. Ana consagrou Samuel a Deus, Deus fez de Samuel um homem de Deus ( benção ), e deu a Ana mais 6 filhos ( fez infinitamente mais).

4. Ana foi grata a Deus

Ana honrou sua palavra, entregou Samuel a Eli e foi muito abençoada.

Depois que recebemos a vitória a tendência é nos esquercemos de que tudo que recebemos veio de Deus. Se Ana tivesse segurado sua vitória para si, Deus não poderia abençoa-la muito mais. Quando retemos a benção Deus fica impedido de nos abençoar mais. Se eu e meu marido não tivessemos cumprido com nossa palavra, Deus não estaria nos abençoando como Ele esta nos abençoando hoje. 

Além de cumprir com sua palavra, seja grato a tudo aquilo que você recebeu.

“Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém” Rm 11:36

Por: Josi Dias

Anúncios

2 Respostas para “Alcançando a Vitória

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s